Seja bem vindo ao meu blog, Deixe seu recado e opinião ;)
RSS

23 de agosto de 2007

Image Hosted by ImageShack.us
Conta-se no céu, a "boca miúda", que Jesus resolveu fazer uma visita noturna na Terra, e decidiu aparecer para muitas pessoas ao mesmo tempo em seus sonhos. Graças ao seu poder de onipresença, Jesus estaria em muitas casas ao mesmo tempo, e em diferentes lugares no mundo. Seu objetivo, receber um abraço de todos aqueles que viviam em orações, buscando respostas.

Dizem que em uma das casas, o homem que vivia aflito, orando de dia e de noite, percebeu Jesus, mas não teve coragem de abraçá-lo, pois estava na casa da sua amante, e envergonhado, escondeu-se em um canto da casa.

Em outro lugar, uma mulher que fumara a noite toda, dormia em meio ao cheiro terrível da nicotina e em densa névoa, ficou com vergonha do cheiro que saia de seu corpo, acentuado pela presença de Jesus. De braços abertos, Cristo esperava pelo abraço que não veio.

Em uma casa urbana, Jesus aparece para um jovem que de tão drogado, imaginou que Jesus fosse algum dos guitarristas de uma banda de rock pesado, e quando já ia oferecer uma "carreirinha", sentiu o impacto da Luz de Jesus e envergonhado, chorou muito...

Distante, em meio ao som dos grilos, em plena roça, Jesus está de braços abertos para aquela mulher que orava fervorosamente todos os dias na igreja local, pedindo um milagre, ela quer uma geladeira igual a da vizinha "metida" que ela não suporta, e roendo-se de inveja, não pode chegar perto de Jesus para dar o abraço que Ele esperava.

Na casa daquele famoso líder espiritual, que vivia pregando a humildade e a caridade, Jesus apareceu em trajes bem humildes, e no meio do sono agitado daquele homem, cercado por pensamentos sensuais, ele ao ver Jesus de braços abertos e roupas simples, grita assustado: Vade retro Satanás", e Jesus, mais uma vez, não recebe o abraço esperado...

Conta-se que Jesus, buscando esse abraço dos "seus irmãos", visita um orfanato que tanto ouvira os anjos falar, e lá, é surpreendido pelo corre corre de crianças alegres, de pés no chão e carentes de tudo, mas cheias de amor para dar, e abraçando Jesus sem cerimônia, sentaram ao derredor para ouvir suas histórias, levando-o a emoção plena, entre lágrimas de alegria, o Mestre se despediu, com a certeza de que os homens ainda não estão preparados para a sua volta, são os eternos pedintes que insistem em não aprender com as crianças, deixam a pureza nos bancos da escola, trocam pelos bens de consumo, pela mesquinharia de querer, de ter, de possuir á qualquer custo qualquer coisa que preencha o eterno vazio que sentem, mas que não se completa, pela ausência de Deus.

"Cada criança, ao nascer, traz-nos a mensagem de que Deus ainda não perdeu a esperança no homem."(Tagore)

6 comentários:

Postar um comentário

Tags Autores e Temas

Ailin Aleixo (1) Albert Einsten (2) Álvaro de Campos (1) Amizade (28) Amor (80) amor próprio (6) André Compte-Sponville (1) Animais (4) Antoine de Saint-Exupéry (1) Ariano Suassuna (1) Arjuna Baptiston (1) Arquivo Pessoal (28) Arthur Schopenhauer (2) atitude (10) Augusto Cury (1) Autor desconhecido - A.D. (10) Awards (2) Beatriz Brum (1) Bob Marley (2) Buda (1) Caio F. Abreu (2) Carinho (1) Carlos Drummond de Andrade (11) Cazuza (1) Cecília Meireles (5) Charlie Brown Jr (1) Chico Buarque (1) Ciumes (1) Clarice Lispector (6) Clarisse Correa (1) Colleen Houck (1) coração (2) Crescer (1) Dalai-Lama (3) dieta (1) dificuldades (3) Diversos (48) Dom Helder Câmara (1) Drogas (2) Educação (2) Escolhas (1) etnia (1) Eu me chamo Antonio (2) Família (5) Felicidade (17) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (12) Filmes (3) Foto mensagem (5) Frases (74) futuro (5) Gabriel Silva (1) Gandhi (3) Haroldo de Campos (1) Hermann Hesse (1) Humanidade (12) Humor (27) Isadora Lustosa (1) Kelly Clarkson (1) Kid Cudi (1) Leo Buscaglia (1) Luis Carlos Lisboa (1) Luis Fernando Veríssimo (2) Luiz Pondé (1) Machado de Assis (1) Mafalda (1) Malala Yousafzai (1) Marcos Donizetti (1) Marilyn Monroe (1) Mario Quintana (16) Martha Medeiros (3) medo (1) Michel Melamed (1) Millôr Fernandes (1) Mulher (20) Música (17) Natureza (11) Oscar Wilde (1) Osho (3) Pablo Neruda (4) Padre Fábio de Melo (2) Paulo Coelho (6) Paz (3) PC Siqueira (1) Placas (2) Poemas (20) Política (1) Positividade (7) Provérbios (19) Quadrinhos (4) realidade (1) Reflexões (61) Relacionamentos (10) Religiosas (19) Renato Russo (1) Ruas (2) Sabedoria (9) São Paulo (1) Sapatos (1) Saudades / Ausência (17) Ser louco (4) Shakespeare (5) Slash (1) Snoop (1) Sofrer (12) Solidão (6) sonhos (1) Stendhal (1) Stephen Hawking (1) superação (8) Televisão (2) Tempo (6) Thomas Huxley (1) Victor Hugo (4) Vida (36) Vingança (1) Vinicius de Moraes (14) William Blake (1) Winston Churchill (1)